Bem Vindo

Faça Login ou registre-se para melhor aproveitar o fórum


HomeInícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se




 

Compartilhe | 
 

 Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte
AutorMensagem
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Ter 7 Mar 2017 - 11:24

Título: Wife's Friend Reunion

Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 6.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Sem dúvida o ponto forte é a trilha sonora, muito bem escolhida e adequada a cada cena, a história de uma perspectiva contextual não ajuda, não convence, contudo em determinadas partes do filme tem conteúdo rico e proveitoso, um filme bem equilibrado no sentido de carga dramática, tem altos e baixos, longe de ser um bom filme, dá para o gasto, a atuação é um grande ponto negativo, principalmente da atriz principal, simplesmente não convence.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Qua 8 Mar 2017 - 11:48

Título: Sexless

Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 6.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Um drama de amor e traição por supostos motivos.
Algo muito bom que merece destaque é a produção, investiram pouco mas o resulta é surpreendente, cenários muito bem feito, técnicas de iluminação e afins excelentes, câmeras de ponta, ilha de edição perfeita, um filme que relativamente seria péssimo virou bom nesse quesito.
Quanto sua história não há o que acrescentar, muito simples, nada de incomum, atuação do elenco também está de acordo e nada de especial de resto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Seg 13 Mar 2017 - 16:09

Título: Adult Only Institute

Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: "Adult Only Institute" é um filme comédia pastelão, além das supostas cenas "imorais" que na verdade estão mais para "comédia adolescente" é um filme razoável.
A sonoplastia é um dos destaques bem como o formato que o diretor optou em usar no script, em determinados momentos o filme torna-se dramaticamente uma comédia romântica.


Título: A Unique Movie

Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 6.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: "A Unique Movie" segmenta-se em três partes: Luxuria, traição e romance.
A proposta deste longa é fazer com que o espectador tenha a possibilite da perspectiva sobre o contexto da história, cabendo ao mesmo julgar qual seria teoricamente a "correta". Não é um filme ruim, contudo enjoativo e de certa forma divertido.


Título: Cherry Returns

Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: "Retornos de Cereja", é um filme suspense honconguês de gênero crime que classificaria como acima da média,
tem uma história razoável mas os elementos que a compõem tornam um filme interessante de se assistir.
Dirigido Chris Chow e estrelado por Song Jia, Gordon Lam e Cherry Ngan fazem um conjunto de pequenos destaques, longe de ser um filme perfeito, contudo dá para o gasto.


Título: Lady Gang Doctor

Tipo / País: Filme - China
Ano: 2012
Nota pessoal: 6.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: "Lady Gang Doctor" tem muito mais aspecto de dorama do que propriamente um filme, sem grandes nuances de destaques, é só mais um filme cronológico.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Ter 14 Mar 2017 - 11:16

Título: Lucid Dream

Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: "Lucid Dream" é um filme de suspense de ficção científica escrito e dirigido por Kim Joon-sung em sua estreia como diretor.
Eu particularmente gostei, achei um história consistente, sólida o bastante para manter o foco do espectador do início ao fim.
Talvez, o que mais mereça destaque seja o enredo, Dae-houm  é um jornalista investigativo, e por consequência do destino procura rastrear o paradeiro de seu filho que foi sequestrado há três anos.
Até aí não é nada de mais, contudo com a ajuda de um detetive e um amigo psiquiatra, ele vai retraçar sua memória do incidente através do uso de técnicas de sonho lúcido (Lucid Dream).
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Sex 17 Mar 2017 - 14:11

Título: Make-up Room 2

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 3.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Kei Morikawa foi egoísta ao mostrar apenas o dia a dia dele como diretor, a indústria pornográfica japonesa é muito mais do que é mostrado no filme, podemos dizer que é um filme de redução de custos, até porque não reflete totalmente a realidade dos bastidores desse tipo de set de filmagens.
O filme por mais simples que seja deve ser interessante, "Make-up Room 2" é mórbido, não empolga, há um ator "abajur" que fica mais de "trinta minutos" na mesma posição. Uma trilha sonora de mesmo ritmo que chega a irritar sem falar que são oitenta e oito minutos de mesmo cenário.
Olha, já assisti muitos filmes Bollywoodianos muito mais interessantes do que este, que seguem o mesmo tipo de cenografia única.
Um filme de enredo que por mais que se tente entendê-lo aplicando diferentes perspectivas não justifica. As garrafas de água que compõem o cenário único parecem que foram retiradas do lixo e postas lá. No geral não é um filme, mais parece uma câmera de segurança onde pessoas entram e saem.


Título: Paradise

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2005
Nota pessoal: 7.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Um longa sério que sabe lidar com humor na medida certa.
É um longa de ideia interessante, isolamento para tratar indiferenças e tornar-se algo melhor, merece destaque.
Contudo o problema está nos atores, apesar deste esforço, Erika e Yohei são personagens atípicos na coleção de estereótipos que abundam no cinema japonês. Pela primeira vez Erika e Yohei parecem ter sido tomados da própria vida. Suas personalidades, embora irritante, fazer o longa ser mais interessante e genuíno.


Título: Sexy Voice

Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 8.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Um filme coreano sobre Seiyuu.
A palavra “Seiyuu” é derivada de “Koe no Haiyuu” que significa 'ator de voz' e assim como acontece no Brasil onde muitas pessoas não consideram, ou não sabem que dubladores também são atores, os seiyuus japoneses até meados dos anos 70 também sofriam com tal confusão por parte das pessoas.
O diretor Lee Du Hee merece destaque, pois além de abordar o tema ator de voz incrementou o lado ator de voz de filmes adultos, dando um toquei a mais em sua obra...
"Sexy Voice" é muito bem estruturado, segue toda a trajetória de Lia, personagem principal, embora seja um filme de tema adulto não é vulgar, Lee Du Hee teve certo cuidado para deixar ele um drama romântico e que agrega informações.
Há erros, o mais comum de todos, o velho problema do telefone desligado, a pessoa fala com a outra por telepatia e o celular desligado é o meio de se conectar telepaticamente, só pode.
Outro destaque e fato curiosos são a íris dos olhos da protagonista, são maiores do que a da maioria da população coreana.
Um olhar um tanto penetrante e sedutor, além da excelente atuação.
Dos pontos negativos, temos o porta papel feliz, na primeira cena há papel, mas assim que o ator passa por ele, e muda a tomada da cena, cadê o papel?
Perto do final do filme devido a forte iluminação é possível ver a sombra do microfone condensador na cabeça da protagonista, que vergonha...


Título: To Eat To Live

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 10.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: "Comer para viver", um filme pobre de qualidade mas rico em conhecimento.
Sob o cuidado da diretora Lisa Kudô que soube se atentar aos detalhes não deixando passar nada, mesmo como uma enredo simples, manteve uma das coisa mais importante da cultura japonesa, manter as tradições, destaque para Yûna Taira esta atriz mirim em ascensão tem futuro promissor.
A trilha sonora ficou um pouquinho a desejar, como é um filme relativamente melodramático, poderiam ter caprichado mais.
Embora seja um filme tecnicamente ruim, o enredo foi tão bem pensando e executado nos mínimos detalhes que merecem nota alta, porque a diferente esta nos detalhes.
"Boku ga inochi wo itadaita mikkakan" é um filme que agrega, que tem valor cultural e fonte de um ética que merece ser mantida e ao menos assistido!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Seg 20 Mar 2017 - 15:21

Título: Single Rider

Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Um drama reflexivo e refrescante dirigido por personagens.
Depois da estreia do ano passado, "The Age of Shadows", a entrada da Warner no mercado coreano toma um rumo indie com "Single Rider", dirigido por Lee Zoo-young, o que tem se tornado bem comum nos últimos anos.
Basicamente o contexto do filme gira em torno do personagem principal que após uma descoberta tenta reavaliar seu lugar no mundo, depois que seu negócio vai ladeira abaixo. Um filme calmo e pensativo, "Single Rider" eu diria ser como um "outlier" temático e estilístico poderia ganhar um público na Ásia.


Título: The Sun

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Um filme de premissa interessante.
Filme de temática relevante e incomum, conta com cenários de belas paisagens e ambientação clássica contemporânea. Um filme sem erros com elenco bem montado, excelente atuação e história convincente.


Título: The Insanity

Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 6.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: É comédia? É drama? É Mistério? É o quê?
"The Insanity" literalmente é uma incógnita, não dá para saber ao certo em qual categoria ele se encaixa melhor. Um filme tanto quanto confusão, tanto quanto o próprio título sugere, "A Insanidade", bem fácil perdê-la ao assistir.
Um filme de ideia meio vaga, péssima computação gráfica que não convencem, cenário pobre e praticamente "único", o filme se passa em uma fabrica abandonada e para combinar todos os protagonistas estão uniformizados.
"prontos para trabalhar". (rsss)
Acho que o Xiaozhi Rao queria um filme pisco-motor, a ideia era dar um cenário adequando mas infelizmente não conseguiram. A ideia é boa mas mal executada.

Título: The Photographer

Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 6.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Um filme aparentemente comum e nada de inovador, contudo a medida que decorre, algo surpreendente é revelado...
Dirigido e escrito por Ji Heon fez uma excelente premissa com um tema tão simples, obviamente longe de ser um bom filme, até porque não somente de enredo um filme sobrevive, no geral é abaixo da média com uma história relativamente boa, só isso.


Título: The Village Of No Return

Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 6.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Divertido mas há muito do que se aprender.
"The Village Of No Return" é uma divertida comédia, uma comédia um tanto quanto peculiar contudo forçada, as produções chinesas ainda tem um longo caminho quando o assunto é comédia, mas te futuro...
De erros temos o mais grave, "chove mas tem sol", maior sol de rachar em segundo plano e em primeiro plano chuva de mangueira...
De ponto positivo é um filme que agrega um pouquinho da cultura milenar chinesa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Seg 20 Mar 2017 - 15:21

Título: The Young With No Fear

Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Um filme ambientado na juventude dos seus protagonista, ele, o protagonista, Yu Tong é alegre, trabalha como designer de publicidade, ela, a protagonista, trabalha com três camaradas na universidade: Shen o cara novo, Jiu e Taobao que mantém uma loja...
Tanto quanto protagonista e seus antagonistas, envolvem-se em um romance. É um romance cheio de orgulho, de renúncia de seu próprio trabalhos, mas por causa do pai e dos problemas da dívida da empresa, e medo de modo que seu próprio negócio acaba mesmo antes de começar, Yu Tong está diante da insegurança juntamente com um novo amor.
Um romance de conspiração de tempo, cálculo, traição e todos os tipos de suspeita preenchida no meio desses jovens, Como eles vão se sair, Tudo isso é o teste de sua estrada na jovem juventude adulta.


Título: Ushijiman The Loan Shark

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2005-2017
Nota pessoal: 7.0 / 7.0 / 7.0 / 7.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Primeiro que deve-se se assistir aos todos os filmes, pois são sequenciais.
Ushijiman The Loan Shark não centra-se realmente em torno de Ushijima o tubarão e "vilão" (Takayuki Yamada). É realmente uma peça de conjunto, mas o personagem através do qual a maioria dos eventos acontecem é um cara chamado Jun Ogawa (Kento Hayashi). Jun é o gerente de uma sensação de grupo de dança adolescente chamado "BUMPS". Ele tem literalmente milhares de contatos nos três telefones que ele sempre carrega com ele, e ele está tentando se tornar o melhor gerente e coordenador de eventos...
"Ushijima the Loan Shark" é um filme muito obscuro, que trata de estupro, assassinato, tortura, prostituição e outras coisas desse tipo. Às vezes, esse tom funciona em favor do filme, mas às vezes parece que ele está lá apenas para estar lá. O exemplo mais óbvio envolve a cabeça de uma gangue queimando um homem com cigarros e grampeando o rosto. Esse homem não tem nada a ver com o enredo, e a cena é apenas lá para ser fria e perturbadora.
E Ushijima é poderoso. Quando ele começa a desencadear o seu poder, é incrível. A melhor cena do filme envolve ele...
Mesmo que eu realmente não gostei da maioria dos personagens e senti que eles mereciam totalmente as coisas ruins que estavam vindo para eles, foi interessante vê-los cavar seu próprio buraco. Gostaria que tivesse centrado mais em torno de Ushijima, porque ele era realmente o que manteve tudo junto. Se o mangá e o programa de TV forem tão agradáveis como o filme foi, então vale a pena.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Seg 20 Mar 2017 - 15:22

Título: Someone's Xylophone

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: um romance de traição...
Tendo como direção Yoichi Higashi que já fez de tudo, de sucessos comerciais a favoritos de festivais em suas mais de cinco décadas como diretor, enquanto ocupava temas politicamente sensíveis e questões impopulares.
Em  "Someone's Xylophone", Tokiwa interpreta Sayoko, uma dona de casa de meia-idade aparentemente feliz em um subúrbio de Tóquio, que é abençoada por um gentil marido (Masanobu Katsumura) e uma adolescente doce Filha (Mikoto Kimura) duas raridades no gênero de drama familiar local.
Logo depois de se mudar para um novo bairro, Sayoko entra em um salão de cabeleireiro nas proximidades e tem o cabelo feito pelo jovem Kaito (Sosuke Ikematsu), de cabelos encaracolados, que tem um toque sensível e uma maneira profissional compreensiva. De repente, ela encontra-se sob o controle de uma infatução sem esperança, mandando um e-mail para Kaito repetidas vezes, com revelações cada vez mais pessoais.
Escrito por Higashi baseado em um romance 2011 por Areno Inoue, o filme não se transforma na história esperada de um caso de "maio setembro" (quem assiste animes sabe do que eu estou falando). Em vez disso, temos um Kaito perplexo que afasta os avanços de Sayoko enquanto diz tudo para seu chefe divertido e namorada não tão divertida, Yui (Aimi Satsukawa). Sayoko, no entanto, escalada sua campanha para insinuar-se na vida de Kaito, finalmente convocando a coragem para empurrar sua campainha.
E isso mantém o filme interessante, já que o desempenho de Tokiwa irradia de um núcleo de emoções profundas e conflitantes que têm uma lógica interior, se não sempre uma explicação clara. Parte do diálogo se aproxima do excessivamente explícito, mas à medida que a ação se move para frente e para trás entre o real e o surreal, com pouco para dividir os dois, alguns também perfuram, como fragmentos de um sonho que perturbam e iluminam a mente acordada...


Título: Over the Fence

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: "Over the Fence" foi dirigido por Nobuhiro Yamashita que conta a história de Yoshio Shiraiwa (Joe Odagiri) que foi despejado por sua esposa (Yuka) e volta para sua cidade natal de Hakodate. Com nenhum lugar para ir na vida, ele frequenta uma escola profissional, aprendendo carpintaria de benefícios de desemprego. Na escola vocacional, ele conhece Kazuhisa (Shota Matsuda) e os dois se tornam amigos.
Um dia, Kazuhisa o leva a uma boate para uma proposta de negócios e uma noite na cidade. Lá, Yoshio conhece uma anfitriã, Satoshi (Yu Aoi). Animado espiritualmente, bem como ter uma estranha afinidade para o comportamento dos animais, Yoshio gradualmente se torna atraído por ela e os dois começam um relacionamento. Mas com complicações como passados ​​problemáticos e eventos problemáticos na escola, será Yoshio e Satoshi irão reunir-se no final?
Do olhar da sinopse, o diretor Nobuhiro Yamashita está de volta ao que ele faz melhor, que retrata a vida da classe baixa como em filmes como "The Drudgery Train" e "Ramblers" (ainda quero assistir). Mas no caso de "Over the Fence", a história é um pouco mais "downbeat" ([s]ver google[/s]) e deprimente. Yamashita executa a narrativa com um toque discreto, porém seguro. As revelações, batidas dramáticas, a "falta de uma trilha sonora" apontam que o filme é visando mais de uma vibração realista ainda contemplativa, ao invés de uma vibração melodramática. Não só faz a narrativa mais imersiva, mas também dá ao drama um soco muito necessário quando surgem os conflitos.
Excelente filme, recomendo!


Título: Danchizuma Kiken na Ectasy

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 1998
Nota pessoal: 6.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Um filme de gênero pinku, mais censurado que a censura, com cara de thriller.
"Danchizuma Kiken na Ectasy" conta uma história tétrica para não dizer outra coisa, contudo tem "qualidade" significativa por ser um filme "clássico", tem qualidade de elenco, trilha sonora e contexto, nada incomum, contudo um filme adulto que foi levado a sério, sem nada de estereótipos explícitos e nem do vulgarismo.


Título: Coffee Mate

Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 8.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Algo que está se perdendo nos dias de hoje, graças as redes sociais... O contado com as pessoas.
Logo de cara algo muito bom é o elenco, super bem escolhido, Yoon Jin-seo como In-young e Oh Ji-ho como Hee-soo.
Casal de protagonista perfeito. Venho acompanhando a carreira de Oh ji ho e depois da bela interpretação que fez no drama "Oh My Geum-Bi", é quase um dos meus favoritos para determinados papéis.
A premissa pode ser comum, mas Hee Jung Ryu quer passar um outro significado, a habilidade dos cinco sentidos, mostrar a essência do relacionamento amigável, não apenas a superficialidade das redes sociais, anonimato e hipocrisia são duas coisa que andam juntas, muitas vezes acompanhado de nicknames chamados de amigo(a)s virtuais...
(François duc de la Rochefoucauld revelou de maneira mordaz a essência do comportamento hipócrita: "A hipocrisia é a homenagem que o vício presta à virtude". Ou seja, todo hipócrita finge emular comportamentos corretos, virtuosos, socialmente aceitos.)

Não falamos de um debate filosófico senão de um assunto de poder: para as pessoas altamente miseráveis, ter a razão é mais importante do que dialogar com o outro para encontrar uma verdade comum ou um terreno de interlocução.
A gente nunca sabe se um comentário ou uma pergunta que nos fazem não é em realidade um insulto ou uma forma velada de humilhação. Por exemplo, se alguém perguntar: "Você gostou mesmo desse filme?" Devo pensar de imediato que meu interlocutor está tentando me humilhar ao dizer que não entendi o filme, ou está se preparando para dizer que eu tenho péssimo gosto para filmes. A ideia é sempre esperar o pior das pessoas. Isto pode ser complementado com a fofoca: não há nada mais miserável do que falar das segundas intenções dos demais quando estes não estão escutando.
Esta é a essência que o filme quer mostrar aos olhos de Hee Jung Ryu, mais amigos reais do que virtuais, conversar cara a cara, aflorar os cinco sentidos, não um ou dois do virtual, afinal hipocrisia requer certa habilidade e muito mais se for presencial, é difícil mentir quando se olha no fundo dos olhos de uma pessoa...

Título: Bittersweet

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Uma comédia romântica meio que trágica...
"Bittersweet" para quem gosta de um romance bom, é uma boa pedida. Tem um lado cômico, fofo, dramático e maduro, tudo muito bem distribuído em seus cento e vinte minutos.
Shôgo Kusano foi muito esperto ao dar uma perspectiva de ângulo fora do comum, obviamente que o script ajudou, já que foi escrito por Yumio Kobayashi um grande mangaká.
O mangá por si é muito bom, o live deixou um pouquinho a desejar no enredo, adaptaram um bocado, mas não perdeu-se muita coisa no processo.
A ideia de "amor" no Japão costumava ser definida pela literatura até que o mangá veio e mudou o cenário. "Bittersweet" é a prova, então assistam.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Ter 21 Mar 2017 - 12:33

Título: The Easten Fairy Tale

Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 8.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Para os fãs do gênero fantasia, é um bom filme, para os não fãs, também.
"The Easten Fairy Tale" é praticamente um livro contado em filme, a simetria da história é um dos pontos fortes.
 Já acompanhei muitas histórias do gênero, contudo está é uma das mais "perfeitas" julgando o todo, isto é, todo o contexto e componentes, script, interpretação, execução, passando por cenários e trilha sonora.
"The Easten Fairy Tale" é a prova de que chinês também sabe fazer bons filmes, recomendo!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Qua 22 Mar 2017 - 16:53

Título: Sanada Ten Braves

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 9.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Brave 10 é um mangá estilo seinen, criado por Kairi Shimotsuki e publicado desde 2007 na Comic Flapper (da editora Media Factory), a mesma revista de outros sucessos, como Vampire Hunter D.
Kairi Shimotsuki tornou-se conhecida dos leitores japoneses após desenhar a adaptação do jogo Sengoku Basara, chamada Sengoku Basara Ranse Ranbu.
Brave 10 foi encerrado em 2011 no Japão no 8º volume. Encerrado também no Brasil onde chegou no segundo semestre de 2010, publicado pela Panini. Um Drama CD saiu em 2007 e um trailer do anime que surgiu em 2012 intitulado de "Brave 10".
Tanto o longa e quanto o anime merecem destaque pela qualidade da animação. Como conhecedor de animes posso assegurar em dizer que a animação presente no filme tá perfeita, traços bem delineados e bem definidos.
Gostei muito da técnica da mescla 3D-2D-3D embora não seja nenhuma novidade a transição é que faz diferença, saber o momento certo é fundamental para a técnica, dando sensação de continuidade.


Título: Mischievous Kiss The Movie: High School

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 9.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Uma agradável e fofa comédia romântica.
Um amor entre estudantes do ensino médio Naoki (Kanta Sato) e Kotoko (Reina Visa). Naoki é bonito, bom em esportes e inteligente. Mesmo que Kotoko não seja muito inteligente, ela tem personalidade brilhante e força de vontade.
Seguindo fielmente ao anime e o mangá com pouquíssima adaptação, "Itazura na Kiss" como é mais conhecido, se saiu muito bem, Minoru Mizoguchi soube encontrar o equilíbrio. Espero que se mantenha assim para os dois outros live que estão por vir ainda este ano.
De forma geral eu gostei, uma live bastante agradável de se assistir, elenco e trilha sonora estão bons, história simples, mas a altura, por ser muito bem executada! Recomendo!


Título: North East Past: Po Ma Zhang Fei

Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 6.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Homens do Nordeste encontram um vilão em Hong Kong e uma lacuna se abre entre as duas fases. Esta lacuna por sua vez é um disputa.
Uma comédia chinesa que não convence, até isso eles "falsificam"; O que vemos em "Once Upon a Time in the Northeast" é a impressão de ser um humor forçado, como se quisessem forçar o espectador a rir das piadas e sátiras "sem graça", como na cena da "galinha voadora" a qual obviamente foi jogada, só faltou aparecer a mão do estagiário. E para piorar a computação gráfica em determinado momentos não convence e depois convence, (aff) quanto amadorismos. (kkkkkkkkk)


Título: Red Account My Bloody Angel

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 1988
Nota pessoal: 2.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: WTH? Talvez este seja o pior filme japonês já produzido, Takao Nakano e Toshiki Satô ao escreverem o script deveriam ao menos ter seguido as evidências do caso ponderando as ideias para fazer um filme menos "podre" para se dizer assim.
Baseado em fatos reais tem nada haver com o que o diretor Toshiki Satô apresentou neste filme, que simplesmente é além do amadorismo, supérfluo as evidencias e extremamente levado ao extremo do gore e da parafilia.
Erros toscos de sequência e retomadas de cena, como por exemplo, a lubrificação vaginal visível sob o tecido da calcinha que posteriormente desaparece assim que muda-se a tomada da cena... Ejaculação masculina simulada, "visivelmente" apresentada sob a técnica utilizada e uma pixelização de censura mais absurda que já vi. Nem isso conseguiram fazer direito. Cenas tomadas por erros de amadorismo e falta de profissionalismos são sem duvidas os pontos negativos.
De ponto positivo a veracidade das cenas gore é algo impressionante, segundo boatos, dizem que utilizaram-se de um cadáver, em 1988 era relativamente fácil burlar a lei e usar membros reais de indigentes em filmes.
Sendo ou não, em "Akai Hokokusho: Senketsu no Tenshi" as cenas são mais que convincentes e extremas.
Um filme gore, tem que ter estômago forte ou pede arrego, também é um autentico filme de parafilia, um filme voltado para um seleto público que tenha mente aberta eu diria.


Título: Comic Stories

Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Três histórias adultas, três problemas adultos e três contos "trágicos" mas engraçados.
"Comic Stories" é uma comédia engraçada e pode se dizer que é cotidiana, a exemplo do "episódio" um, que conta de forma humorada a triste história da qual muitos casais passam pós casamento, o tal do libido, o famoso esfria relação, no começo é todo dia, mas a medida que o tempo passa, perde-se a vontade. Como se o amor descesse ladeira abaixo sem freio, se antes funcionava por que não mais? Talvez porque a arte de conquistar terminou, afinal o objetivo era este, conquistar até casar no âmbito do contexto. A base de um relacionamento se constrói com reciprocidade na confiança e muita mas muita conversa, aí vai longe, o coito é consequência direta, tem que ter entrosamento físico e psicologia, ambos devem estar a fim para ser algo bom, para prover o clímax máximo da luxuria, afinal sexo se faz a dois e deve ser questionado...
No segundo "episódio" temos a típica solteira encalhada que beira os trinta e não achou nenhum pretendente, ([s]bate aquele desespero[/s]) por incrível que possa parecer, quanto mais se espera e se procura, menos candidato(a) aparece, é algo como lei de Murphy...
O "episódio" segue o mesmo estilo bem humorado, situação a qual é bem destacada na cena do filme a dois, onde a moça dá sinais de estar afim, mas o entregador é tão tapado que não se toca. E para piorar a cara de paisagem do tipo "que filme tosco" é impagável. (kkkkkkkkkkk)
E por fim o terceiro "episódio" onde a professora resolve dar uma "mãozinha" para seu aluno se esforçar mais, não tão cotidiano e muito menos ético, não deixa de ser uma situação engraçada e uma solução paliativa para o problema.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Qua 22 Mar 2017 - 16:53

Título: Snowy Road

Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 10.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: "Estrada Nevada" uma perspectiva da realidade impressionante.
"Snowy Road" é um filme de drama histórico sul-coreano dirigido por Lee Na-jeong que narra a história do destino trágico de duas adolescentes durante a ocupação japonesa da Coreia . Ele originalmente foi ao ar na KBS1 em 2015 como um especial de televisão em duas partes, e depois foi reeditado para a exibição teatral. O corte teatral foi exibido pela primeira vez no 16º Festival Internacional de Cinema de Jeonju.
Vencedor do 24º Galo de Ouro & Festival de Cem Flores em duas categorias, é um filme baseado em acontecimentos ocorridos durante a ocupação japonesa na Coreia, o que dá um peso extra no quesito enredo e atuação, uma vez que neste tipo de filmes os coreanos fazem questão de atuar perfeitamente bem, pois sentem orgulho do seu país...
No quesito enredo, a história de "Snowy Road" é sobre Jong-Boon (Kim Hyang-Gi) e Young-Ae (Kim Sae-Ron) que vivem na mesma aldeia coreana, mas vêm de origens totalmente diferentes. A família de Jong-Boon é pobre, mas é uma menina brilhante e corajosa. A família de Young-Ae é rica e inteligente. Uma noite, Jong-Boon é sequestrada e jogada em um trem. Ela vê Young-Ae no mesmo trem. Young-Ae se ofereceu para se juntar a um grupo de trabalho estudantil, mas ela foi enganada. Ela acreditava que se ela se juntasse ao grupo de trabalho do estudante, ela iria ao Japão para estudar. Jong-Boon e Young-Ae estão agora no mesmo trem, mas não sabem para onde estão indo. Logo, eles enfrentam a horrível realidade de "mulheres de conforto" vulgo promiscuidade.
No quesito enredo não poderia deixar de mencionar minha atriz mirim predileta, a fofa e super simpática Kim Sae Ron, venho acompanhando sua atuações desde seu primeiro papel, lá em 2009 interpretando a Jin-hee em "A Brand New Life". Simplesmente adoro ela...
Um atriz de potencial, ela vem de uma notável evolução, ainda é jovem e tem muito o que aprender, principalmente nas cenas triste, onde é preciso chorar, ainda faz de forma artificial e supérflua, não vem de dentro.
Deixando minha fofuxa de lado, vamos falar um pouquinho da interpretação dela, Kim Hyang Gi, outra atriz mirim que merece destaque, afinal ao contrário de Kim Sae Ron, Kim Hyang Gi já vem atuando desde 2006 quando deu suporte, interpretando a So Yi em "Hearty Paws", aliás lindo filme.
Ambas merecem o ponto positivo em "Snowy Road" por apresentarem um atuação formidável, quero poder ver mais essas duas contracenando, ambas tem um entrosamento muito bacana, ao menos eu gostei.
e para concluir, claro, não poderia deixar mencionar Seo Young Joo que interpreta Kang Yeong-joo, esse menino atuou de forma equivalente, embora não teve o merecido destaque, já que as duas principais roubaram toda a cena.
"Snowy Road" é um filme que toca, é bacana de se assistir, acompanha uma trilha sonora calma e melodramática, contracenado em um ambiente nevado e frívolo que por sua vez, contrasta-se com uma bela e envolvente história de amizade e de luta de duas adolescentes pela liberdade.
De ponto negativo não há, o que pode haver é uma alusão negativa do filme como um todo, pois não relata todos os fatos da época de ocupação, é mostrado apenas uma fatia, bem como no final a dedicatória informativa.
De modo geral, é um excelente filme, um filme de valor cultural, um filme que agrega, um filme de conhecimento e ética; Além de claro, ser um filme que envolve, que sensibiliza, que prende a atenção, em cenas como a de uma mãe desesperada a procura da sua filha... Um filme que merece o ser visto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Qui 23 Mar 2017 - 13:57

Título: A Stray Goat

Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 9.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: "Uma cabra perdida"; História simples de visão reflexiva profunda.
"A Stray Goat" é um filme sul-coreano escrito e dirigido por Cho Jae-min e estrelado por Park Jin-young e Ji Woo ( ko ). O filme marca a estreia no cinema de Park Jin-young.
Em "A Stray Goat" Cho Jae-min transforma algo comum em interação reflexiva com o público, dando o poder de julgar o "certo" ou "errado" das decisões e atitudes dos protagonistas.
A história basicamente se passa em um dia de inverno, onde o estudante de escola secundária Min-Sik ( Jin Young ) e sua família se mudam para Goseong, onde "nunca neva". A cidade é a cidade natal de seu pai. Na escola de lá, Min-Sik encontra Ye-Joo ( Ji-Woo ). Ye-Joo sofre bullying sendo chamada de "filha do assassino", por sua vez é vista por maus olhos pelos habitantes de Goseong, isso faz com que seu coração permaneça fechado. Min-Sik lentamente se aproxima dela...
Ai que entra a tal da cabra, elo de ligação, contudo o abuso verbal e a violência infligida pelos adultos e seus pares os forçam a se transformar em amigos, mas o mundo não tem lugar para eles. O filme ainda relata muito bem como as pessoas menosprezam e fazem julgamentos precipitados, julgando e sendo julgados, embora a cabra tenha um papel fundamental na história, representando a desorientação emocional de Min-Sik e Ye-Joo, ambos não sabem ao certo o que fazer diante de tantas injustiças, não parecendo ser suficiente, até que no final, onde nunca nevou, a neve cai...
Um filme muito bom, que agrega, que nos faz pensar, que nos dá uma visão de reflexão.


Título: Fabricated City

Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 9.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: O filme a altura de Hollywood.
"Fabricated City" marca o retorno do diretor Park Kwang-hyun depois de dirigir o filme "Welcome to Dongmakgol" há 12 anos. O filme também marca a estreia no cinema de Ji Chang-wook como ator principal.
Na vida real, Kwon Yoo ( Ji Chang-wook ) está desempregado, mas no mundo virtual ele é reconhecido como um jogador de topo sem rival. Enquanto joga como de costume em um cyber café local, Kwon Yoo fica surpreso ao saber que ele se tornou o principal suspeito de um crime chocante: a violação e o assassinato de uma garota do ensino médio. A polícia prende ele, e ele aprende que ele foi enquadrado por uma grande corporação para o crime. Com a ajuda do companheiro Demolition ( Ahn Jae-hong ) e hacker Yeo-Wool ( Shim Eun-kyung ), ele começa a descobrir a verdade e limpar seu nome...
Sem duvida que o enredo é um ponto forte, incluindo as cenas de ação e computação gráfica que foram incríveis.
De ponto negativo apenas o desenvolvimento do personagem que deixou a desejar. Boa trilha sonora. Muito rápido, muito divertido. Se você está procurando um thriller de ação de sucesso, este é o filme para você.

Título: Lustful Revenge

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 1996
Nota pessoal: 5.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Um clássico do VHS.
O filme se enquadra bem nos requisitos, câmeras ruins, cenários comuns, atores intermediários e trilha sonora de época, juntando tudo temos "Lustful Revenge" um filme de baixa receita orçamentária, produzido na época do VHS.
O enredo é bom, tem uma história consistente, contudo se analisar o contexto com um todo não é um filme interessante, é algo clichê, um serial killer doentio que deixa sua marca registrada nas vitimas, cortando o mamilo dos seios com uma tesoura...
A trilha sonora ao menos é autentica e bem playback, típica da época, quanto a atuação é quase impossível julgar, a qualidade de imagem é péssima, ambientes pouco iluminados, dificulta a visibilidade expressiva do elenco. Sem mencionar que o sangue não convence, faltou por corante e amido...
Definitivamente um filme razoavelmente ruim!


Título: Night's Tightrope

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: " Night's Tightrope" Baseado no romance "Shojo" por Kanae Minato (publicado 20 de janeiro de 2009 por Hayakawa Publishing Corporation).
O romance conta a história de Yuki (Tsubasa Honda) uma estudante do segundo ano do ensino médio. Ela é voluntária em uma enfermaria pediátrica em suas férias de verão, porque ela quer testemunhar o momento em que uma pessoa morre. Ela conseguiu esse pensamento depois de sentir inveja da história de um estudante de transferência de ver o corpo de um amigo. Yuki tem uma amiga chamada Atsuko (Mizuki Yamamoto). Ela foi intimidada no passado e tem problemas de ansiedade. Ela voluntaria-se em um lar de idosos em suas férias de verão, na esperança de que ela vai ganhar coragem se ela vê o momento em que uma pessoa morre...
Eu gostei muito mais do livro, o filme foi muito adaptado para dar um clímax de maior comoção e emoção. Yukiko Mishima talvez tenha tentando "causar" e não "expressar" uma melhor impressão do romance, digamos assim, porque é um romance um tanto quanto incomum mas é um bom romance, Kanae Minato soube escrever muito bem.
Já o filme, deixou a desejar. Não empolga a querer rever, não tanto quanto querer reler o livro.
Quanto ao quesito elenco e atuação, o famoso e inexpressivo estilo japonês de ser, ou seja, não tem como julgar.

De uma modo geral, um filme mediano para quem gosta de romances, vale a pena para conhecer essa história de Kanae Minato.

Título: Reijo niku dorei

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 1985
Nota pessoal: 6.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: "Reijo niku dorei" é um romance de suspense conturbado, contudo um dos destaques é justamente o enredo bem executado, uma história consistente com cenários muito bem produzidos e tomadas bem favoráveis a ação do momento. Não é um romance de cunho vulgar, a proposta é ser um romance de gênero pinku, o que está dentro do patamar, uma pena, pois "Reijo niku dorei" seria um filme mediano bom caso fosse voltado para o gênero pinku eiga.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Sex 24 Mar 2017 - 11:53

Título: Rashomon

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 1950
Nota pessoal: 9.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Um clássico!
Kurosawa é considerados por muitos um gênio. Pode-se dizer que "Rashomon" introduziu Kurosawa e o cinema do Japão às plateias do Ocidente, sendo este filme considerado uma de suas obras primas.
O filme tem uma estrutura de narrativa não convencional que sugere a impossibilidade de obter a verdade sobre um evento quando há conflitos de pontos de vista.
História intrigante de um crime a ser contada a partir de diferentes pontos de vista, incluindo o da vítima, o suspeito, e uma testemunha...
Fato curioso, "Rashomon" se tornou um provérbio para qualquer situação na qual a veracidade de um evento é difícil de ser verificada devido a julgamentos conflitantes de diferentes testemunhas. Na psicologia, o filme emprestou seu nome ao chamado "Efeito Rashomon".
Como todos os filmes clássicos, ele ultrapassa lugar e tempo. Praticamente obrigatório assistir.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Sab 25 Mar 2017 - 14:33

Título: The Great Wall

Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: O mistério da construção da Grande Muralha da China.
Um filme modesto. Uma mistura entre a técnica do cinema chinês e o cinema americano; aquele pautado por estereótipos clássicos e uma jornada previsível. Focado no compromisso estético e na simplória aventura do gaijin vivido por Matt Damon.
Considerando o tipo de filme que é, não é preciso queimar muito neurônio para saber qual caminho o protagonista decide seguir, ou seja um péssimo script.
Zhang Yimou deixa de lado qualquer pretensão para focar na aventura de um simples estrangeiro habilidoso com arco e flecha. Habilidoso com a câmera e efeitos visuais, o diretor acertou a mão na mitologia apresentada e cativa o espectador com arquétipos clássicos do cinema hollywoodiano. E por ter consciência da simplicidade da própria história, "A Grande Muralha" funciona como ótima diversão.


Título: Tsumugi

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2004
Nota pessoal: 7.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: "Tsumugi" é um filme japonês premiado, dirigido por Hidekazu Takahara e estrelado por Sora Aoi.
"Tsumugi" foi nomeado o quarto melhor filme Pinku Eiga (cor-de-rosa) em 2004 no "Pink Academy Awards", o Pink Grand Prix. Sendo a AV ídolo Sora Aoi premiada como "Best New Actress" (melhor nova atriz) neste filme.
Mas afinal, que diabos é esse tal de gênero Pinku e Pinku Eiga?
Para os não iniciados, o gênero "rosa" deve seguir algumas diretrizes bastante rígidas:
Spoiler:
 

"Tsumugi" tem como estrelante a ídolo de AV's ([s]ver google[/s]) Sora Aoi, como uma estudante titular que começa um caso com seu professor o Sr. Katagiri (Takashi Naha) que por sua vez está tendo uma ligação com outro professora, Yoko, apesar de sua esposa prestes a dar à luz seu primeiro filho. Além disso, Tsumugi está muito interessado em um de seus companheiros de classe, assim, todos estão em um triângulos amoroso.
Katagiri apesar de perceber o que ele está fazendo é errado começar um relacionamento com Tsumugi, bem como manter Yoko feliz também; Tsumugi está feliz com seu amante experiente, mas gosta de se divertir com Kosuke, seu colega, embora ele é muito menos experiente na área. Nós também somos apresentados a um "punk" amigo de Katagiri que também experimenta uma lição de vida que eu não vou dizer a fim de não estragar o filme. Yoko no entanto, que parece dar muito amor a Katagiri, logo descobre o encontro entre Tsumugi e ele e ela não fica feliz....
 Hidekazu Takahara, conseguiu tecer uma história muito emocionante de cunho erótico em pouco menos de sessenta e dois minutos, o que é uma façanha.
O filme apesar de não ser politicamente correto, nos tenta ensinar que todos nós precisamos crescer algum dia e enfrentar as consequências que a vida nos joga e isso é muito evidente para Katagiri e seu amigo de punk enquanto dirigem-se para o "final"! Tsumugi está em um dilema que é resolvido de forma surpreendente no final do filme, como ela é, talvez amada demais por Katagiri e muito pouco por Kosuke, então o que ela deve fazer? No geral "Tsumugi" é uma excelente pequena amostra do quê é o gênero Pinku Eiga.
Definitivamente um dos melhores lançamentos de Pink Eiga até agora, "Tsumugi" atinge o equilíbrio certo de história, empatia e erotismo.


Título: Black Widow Business

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: "Black Widow Business" é uma comédia de crime japonês dirigida por Yasuo Tsuruhashi.
O filme foi 4º colocado na bilheteria japonesa no seu fim de semana de estréia, com 182.555 admissões, e arrecadou ¥ 215 milhões.
"Black Widow Business" baseado na novel "Gosai Gyo" por Hiroyuki Kurokawa (publicado 29 de agosto de 2014 por Bungeishunju). Ouvi falar muito bem dela, por isso tive que assistir ao filme.
"Black Widow Business" tem como lema e tema principal "Nunca é tarde ou muito velho para o casamento"!
A comédia dirigida por Yasuo Tsuruhashi é uma ilustração de longa-metragem deste venerável provérbio, embora também reflita as tendências atuais em um Japão envelhecido.
Como havia mencionado é baseado em um romance de Hiroyuki Kurokawa, autor vencedor do Prêmio Naoki, "Black Widow Business" é dirigido e roteirizado pelo veterano Tsuruhashi.
A história se move em alta velocidade, do tipo nada parado, contudo os diálogos não são tão simples, tenha um dicionário com você, porque ouvirá muitos diálogos de termos técnicos e relativamente difíceis.
A comédia inteligente e dirigida por personagens, converte-se em um thriller de alto nível, um bom filme!


Título: Emiabi no Hajimari to Hajimari

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Expectativa: Absolutamente nenhuma ideia.
Dramas cômico deste tipo, ou "dramedies", são um gênero incrivelmente difícil de "compreender". Um equilíbrio delicado e uma mão segura na direção é fundamental para que o público possa aceitar a mudança de gênero sem alienar o público ou piorar, causando riso involuntário.
"Emi-Abi", é uma comédia dramática sobre uma dupla de comediantes passando por um trágico evento que não é motivo para rir. Será que o diretor Watanabe pensou nisso ao fazer o filme?
De pontos fortes temos, um elemento de surrealismo que acentua as profundezas da comédia que os personagens estão procurando. Ele também fornece um elemento de história convincente que transmite coragem e o empurrão que os personagens desesperados necessitam, bem como adicionar imprevisibilidade na história.
De negativo, os erros clássicos, " carro parado, fundo em movimento" " barco parado, fundo em movimento" que chega a ser ridículo...

Título: The Long Excuse

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 9.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Pistola Takehara é sim um nome de batismo!
Baseado no romance "Nagai Iiwake" de Miwa Nishikawa (publicado em 25 de fevereiro de 2015 por Bungeishunju). Embora o romance não ganhou, foi nomeado para o 153 º Prêmio Naoki em 2015.
O enredo é algo que merece destaque neste filme, a reflexão sombria do escritor e diretor Miwa Nishikawa sobre as tensões do casamento e da paternidade é pontuada com belos matizes existenciais em "The Long Excuse" que chega a impressionar.
É um filme que agrega, principalmente no fundamento da catarse, o filme oferece uma catarse valiosa, sem mencionar que torna tudo uma alegria para assistir, emprestando um toque complexo da humanidade a um papel desagradável que é mais envolvente do que tem presumivelmente qualquer direito a ser.
Excelente filme!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Sab 25 Mar 2017 - 19:46

Título: Satoshi no Seishun

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Se gostou deste, que fala sobre shogi assista ao anime "3-gatsu no Lion" que é bem melhor e mais explicativo.
"Satoshi no Seishun" é um longa-metragem baseado em fatos reais dirigido por Yoshitaka Mori que não convence.
Baseado no romance de não ficção "Satoshi no Seishun" de Yoshio Osaki (publicado em fevereiro de 2000 por Kodansha). Satoshi Murayama (15 de junho de 1969 a 8 de agosto de 1998) foi um jogador do Shogi.
É um longa pouco explorado, a ideia não saiu de acordo como deveria ter saído, há lacunas cronológicas e uma história um tanto quanto sem graça. O filme foca muito mais a parte dramática do que a de conhecimento ao menos Yoshio Ohsaki poderia ter equilibrado as coisas, e pode apostar que o romance deve ser muito melhor que o filme.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Seg 27 Mar 2017 - 15:40

Título: Lust, Caution

Tipo / País: Filme - China
Ano: 2007
Nota pessoal: 7.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Dirigido por Ang Lee considerado um dos grandes diretores do cinema da atualidade. Seus filmes são bons, bem produzidos, delicados, inteligentes, bem dirigidos, com atores interpretando bem. Só tem um porém: suas obras são muito tradicionais, no limite do conservador. Ou seja, não espere de Ang Lee nada de revolucionário ou vanguardista. Dele teremos delicadeza, riqueza de detalhes, grande beleza visual, mas tudo dentro dos padrões do cinemão americano.
Contudo é um excelente filme acima da média, mesmo sendo conservador ao extremo! Recomendo! A delicadeza e a perfeição merecem destaques!


Título: Introverted Boss

Tipo / País: Drama - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 8.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Literalmente "Uma história de amor e ódio".
"Introverted Boss" foi um drama que começou mal das pernas, cambaleou, caiu, levantou, sacudiu a poeira e deu a volta por cima.
Começando pelos fatos curiosos, praticamente o número de buquês de flores e vasos de flores surpreendeu no drama, e o melhor ou pior praticamente todos foram comprados por Yeon Woo-Jin (Eun Hwan-Ki).
Mais misterioso é aquele umbigo saliente e preto daquele panda no episódio sete, não que eu seja mente suja, mas aquilo é ridiculamente tosco e lembra outra coisa, (kkkkkkkkkkkkk) fala sério, desde quando pandas tem umbigo preto, muito menos saliente como aquele, sério gente, aquilo foi bizarro, até para uma fantasia. (kkkkkkkkk)
Fato bacana de um episódio fica por conta da veracidade, pessoas introvertidas tendem a lidar muito melhor com crianças, por isso que Eun Hwan-Ki se dá bem com elas. Bela cena apresentada.
Um dos destaques está a progressão de recuperação de Eun Hwan-Ki deu seu primeiro passo, rumo a sua recuperação logo no segundo episódio evoluindo gradativamente de forma perfeitamente cronológica.
A parte das formações de casais ficou óbvia desde os três primeiros, o que matou o drama, sendo ponto negativo, depois começou a cair ladeira abaixo.
"Introverted Boss" chega ao seu quinto e sexto episódios, depois de escorregar na casca de banana e ser alvo de haters invejosos, o pessoal resolveu mudar o script, graça a birra do público. (hahahahaha) Também misteriosamente removeram os consolidados, não sei por quê...
De então, vamos começar pela grande lambança que fizeram após mudar o script. Mudar o local do suicídio em relação, episódio um para o cinco, isto é o local do suicido mudou e os sapatos também são outros, meu, isso é amadorismo, poderiam ter muito bem contornado de uma forma inteligente. Deu vontade de reclamar com o Joo Hwa-Mi.
Deixando os scripts de lado, a mudança foi boa, eu particularmente gostei do novo roteiro, ficou muito melhor, deu mais dinamismo, conseguiram tornar as coisas mais interessantes, equilibrando o drama com a comédia. Antes o que era para ser drama, virava comédia e vice-versa, por isso que o espectador não levava a sério.
De um modo geral, talvez a melhor coisa que pode ter ocorrido em "Introverted Boss" foi a mudança do roteiro, o poder do público mostra que "a voz do povo é a voz de Deus". O drama ficou muito top, valeu eles terem mudado e refeito todo o script. O espaço tempo dos fatos também pode-se dizer que é um grande destaque, conseguiram encaixar a história em dezesseis episódios muito bem escritos sem deixar lacuna, sem mencionar que amei a escolha do elenco!  Foi um drama lindo!


Título: Missing 9

Tipo / País: Drama - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: "Missing 9" O verdadeiro drama que desapareceu... Junto com minhas expectativas sobre ele. (Aish)
Finalmente o drama que estava super empolgado deu sua cara, "Missing Nine" a versão coreana de "Lost", embora falou-se muito sobre o drama, a estreia ficou naquele tipo, será que melhora ou piora, e acreditem, piorou.
Logo de cara um erro básico e besta, ...o piloto informa para os passageiros sentarem-se e pôr o cinto de segurança... Pera cadê o cinto? Não tem, sinto de segurança! (Aish)
Falando em ser besta, Han Jung-Hoon deve ter tomado algumas antes de escrever o roteiro, porque cientista algum conseguiria explicar como aqueles enormes destroços da aeronave vieram parar na ilha, afinal o avião caiu no mar, perdoem o spoiler. ^^
E aquele fardo de garrafas d'água? 6 garrafas aquilo boia ou afunda? (kkkkkkkkkkk). Não vou nem mencionar a hélice da turbina que se move sozinha a menor brisa...
Gente que amadorismo, gravar com lente suja, cadê o estagiário para limpar, e o cameramen é vesgo, porque não viu, outro erro besta deste drama.
Agora no episódio quatro, foi o cumulo da ignorância, fala sério, desde quando há coelhos de pele negra em uma ilha deserta? E aquela coisinha fofa acinzentada é muito dócil para ser nativa da ilha. (Aish)(LOL)
E não pense que acabou, ao decorrer há mais erros a começar que não há lógica ter um bote salva-vidas em um avião daquele porte, um jato executivo, o item somente é obrigatório pra aeronaves que voam sobre o mar. E vale lembrar que em nenhum momento o item foi mostrado na aeronave.
Na cena da suposta "desova" da praia, eis que uma câmera é flagrada no mar à esquerda... (aff) (amadorismo), tem mais, acabou ainda não, voltou o grande erro clássico da "voz da além", o famoso falar com telefone desligado, duas cenas e com ela mesmo, a Jo Hee. (clichê coreano).
O sol e a chuva, (outro clichê coreano) na mesma segmentação de cena e ordem cronológica, enquanto o Seo Joon-O está procurando pelo Choi está caindo maior chuva, já o restante está descansando no acampamento que no fundo mostra maior dia ensolarado.
Agora vem cá, como assim porco? “Hello”, ilha deserta, porco, não dá né gente. (Aish)
Ao menos poderia ter usado esqueleto de javali, aliás javali tem na Coreia, agora em ilha deserta como aquela.... Sem comentários. Han Jung-Hoon viajou legal...
No episódio nove, o erro é onde usaram tijolos novos, ao invés de sujos ou pedaços, para construir a fogueira.... Como numa ilha deserta é possível achar tijolos novos!?
E para fechar as duas inteligências Han Jung-Hoon e Ashbun resolveram colocar musica cômica em drama "sério" de sobrevivência.
E a dúvida que não quer calar-se, por que o cabelo e barba dos personagens após tantos dias na ilha não cresceram desde que embarcaram naquele avião? Todos os personagens estão com a mesma aparência.
Bom tirando os erros técnicos, a partir do episódio quatro até o fim o drama muda de momento e o destaque positivo fica por conta da segmentação do antes e depois, bem como a segmentação das alucinações do subconsciente de alguns personagens. Isso dá uma boa dinâmica no drama.
Pelo menos o elenco deu show de interpretação e a história em partes até que foi boa...
Até porque acho meio exagerado o que fizeram com a Ra Bong-Hee, só por ela ser sobrevivente fazer dela uma celebridade é meio que sem sentido, poderia ser menos.
De uma maneira geral "Nove perdidos e mais um", eu, porque não entendi o do porquê de tanto amadorismo sem confucionismo, é um drama sem ordem cronológica, tanto que depois da metade torna-se praticamente um outro drama, um drama dentro de um drama, contudo seguindo a mesma história, talvez foi por isso que o drama "ficou perdido" assim como nossos bravos e destemidos sobreviventes da queda do avião.


Título: Tomorrow With You

Tipo / País: Drama - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Dois episódios de "Tomorrow With You", infelizmente ou felizmente não achei algo relevante...
A princípio ao ver a estreia, o que se pode deduzir ou melhor a primeira impressão que sem tem de Yoo So-Joon (Lee Je-Hoon) é um metido, fica se achando só porque pode "voar" por aí através do tempo e a Song Ma-Rin (Shin Min-A) fala tudo o que é segredo quando está bêbada, isso é fato. (lol)
O drama começou bem, eu gostei, achei a trilha sonora boa também, combina com o gênero fantasia, mas depois foi perdendo o ritmo da coisa.
E para estrear os erros de cena, no quesito ponto negativo eis que temos chuva de mentira, na cena onde começa a chover, Song tem um casaco marrom, ao correr para se abrigar o casaco não tem respingo de chuva, está completamente seco. (WTF?)
Dos fatos curiosos, destaque para o celular “telha” que patrocina o drama.
Ao meu critério "Todorov Wirth Ou" deu uma diminuída, estava achando ele meio confuso, cadê o organograma? Porque começa com presente, vai pôr futuro, volta para o passado, vai para o futuro novamente, depois volta para o presente, pula para futuro, corre de volta para o passado.... Meu, cochilou, bobeou, dançou, lá se vai o rumo da história.
No geral deixara a desejar aquele casalzinho, vieram de um namorico bem sem graça, depois casaram e agora vamos esperar para ver o que acontece...e não aconteceu muito coisa não.
No geral foi drama romântico bom, apesar dos pesares, teve uma cronologia muito bacana, confesso que no começo não botei muita fé, mas ao decorrer o romance deslanchou-se e ficou bom.


Título: Shikaku Tantei Higurashi Tabito

Tipo / País: Drama - Japão
Ano: 2017
Nota pessoal: 8.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Baseado no romance “Tantei Higurashi Tabito no Sagashimono" de Kozaburo Yamaguchi.
Higurashi Tabito (Matsuzaka Tori) é um investigador que perdeu quatro de seus cinco sentidos devido a um incidente passado e confia apenas em sua visão para encontrar coisas. Ele vive em sua agência de investigação junto com seu amigo e gerente Yukiji Masahiko (Hamada Gaku) e sua filha de 6 anos, Momoshiro Tei (Sumida Moeno), que não está relacionada por sangue. O Tabito é capaz de localizar qualquer item que uma pessoa esteja procurando. Seu método de investigação é bastante estranho. Parece que seus olhos podem ver coisas que são invisíveis para uma pessoa comum. A professora de jardim de infância Yamakawa Yoko (Tabe Mikako) a qual achei ela super kawaii no drama, cuida de sua pupila Tei em uma mudança atrasada mas o pai de Tei não vem. Ela é surpreendida por Tei que dobra silenciosamente papel de origami por si mesma e fala como um adulto. Tei finalmente declara que não pode esperar e pretende ir para casa por conta própria. Yoko entra em pânico e corre atrás dela. No processo, ela deixa cair o encanto de seu pretensioso titular de chave que ela usa em sua cintura. Tei está indo para uma unidade em um edifício em Kinshicho. Quando Yoko entra na sala, um homem está profundamente em sono em um sofá. Este homem é Tabito. Tei diz a ela: "Este é o meu pai. Não o desperte. "Ela começa uma refeição de micro-ondas enquanto escuta rock sozinha. Ouvindo de Tei que ela não tem mãe, Yoko está irritado que Tabito deixa sua filha para seus próprios dispositivos e força-o a acordar. Tabito desperta, mas não consegue seguir as palavras de Yoko enquanto fala rapidamente. No entanto, ele só percebe o gancho do suporte em sua cintura. No dia seguinte, Yoko é convocado por Tei e encontra Tabito e Yukiji agachados na estrada. Tabito diz que ele vai encontrar o titular da chave imediatamente. Ela fica surpresa. "Como você sabe que eu perdi um porta-chaves? Tabito explica que ele pode ver "padrões de emoção". Quando ele não responde as perguntas de Yoko e se afasta rapidamente, ela murmura se ele não pode ouvi-la. Yukiji confirma que ela está correta. Tabito é surdo. Yoko é dito por Yukiji que Tabito não sabe mesmo o sentido do cheiro, do gosto e do toque. Ele percebe tudo com seus olhos e com certeza o suficiente Tabito localiza o charme do keyholder de Yoko no lago de um parque. No entanto, Yukiji lembra Tabito para parar de procurar coisas fora do trabalho. Embora Yoko não acredite na habilidade de Tabito, ela está preocupada com Tei e Tabito. Ela embarca no escritório e se intromete em seus assuntos, e testemunha sua habilidade surpreendente em primeira mão. No entanto, Tabito desmorona como resultado de abusar de seus olhos. Ele é mesmo advertido por seu médico Enoki Wataru (Kitaoji Kinya) para não usar seus olhos demais. Yukiji diz a Yoko que Tabito usou seus olhos para ela e pede que ela mantenha distância. Um Yoko abatido deixa o escritório. No entanto, Tei mais tarde vai desaparecer enquanto fora em uma missão sozinho. Tabito imediatamente percebe quando ele acorda e tenta usar seus olhos...
Um drama fantasia muito bom, drama legal, bem divertido com protagonistas fofas e fofos, tem uma história de romance e fantasia bacana. Trilha sonora muito limpa e agradável, um drama de modo geral coerente, limpo, seguindo o bom e velho jeito japonês de ser.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Seg 27 Mar 2017 - 15:40

Título: Daibinbo

Tipo / País: Drama - Japão
Ano: 2017
Nota pessoal: 8.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: "Daibinbou" é um bom drama familiar, ao bom e velho estilo slice of life, ele lembra aqueles J-dramas da década de 00 filmados em NTSC e com alta luminosidade comum da época, onde começava a transição do SD para o HD.
O elenco é bom, atuação convincente eu diria, porque atuação japonesa é sempre um incógnita, são muitos inexpressivos então fica difícil julgar sem foram bem ou não.
Ponto positivo vai para a bela atuação da pequeninha Shiori Nozawa interpretando a Miyu Nanakusa, ela deu um show de espontaneidade.
 Já ele, o pequeno Haruto Imai interpretando Shota Nanakusa deixou a desejar, uma pena que a Rio Uchida em seu papel de Marie Sakurazawa ficou em segundo plano, ela tem talento e ficou o tempo todo apagada no drama.
Destaque também para a trilha sonora, ao menos para mim, foi agradável e bem escolhida. De geral bom drama!


Título: Hokusai to Meshi Saeareba

Tipo / País: Drama - Japão
Ano: 2017
Nota pessoal:8.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Um drama animado com uma atriz bem humorada e simpática, do figurino a interpretação é um drama alegre  e "simpático" Elaiza Ikeda foi a peça chave para dar mais vida ao drama, interpretando a protagonista Ayako Arikawa/Jun.
Aquela entidade, vulgo bicho de pelúcia além de meio fofo não deixa de ser bizarramente engraçado.
Um drama onde a magia e a alegria se misturam, bom drama, gostei. Trilha sonora poderia melhorar pouquinho.
Foi baseado na série de manga "Hokusai a Meshi Saeareba" por Sanami Suzuki (publicado pela primeira vez em 2014 na revista de mangá Young Magazine). Mone Kamishiraishi fez seu debut de estreia neste drama.


Título: Okaasan, Musume wo yamete ii desuka?

Tipo / País: Drama - Japão
Ano: 2017
Nota pessoal: 8.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Um drama japonês que segue o bom e velho tradicionalismo do "paradão", muito dialogo e poucas transições de cenas, o que não significa necessariamente ser um defeito.
A transição dos acontecimentos ocorrem de forma lenta e transitória, bem suave,  para o espectador menos intelectual entender. Ponto positivo.
Outra coisa que merece destaque e até particularmente impressionante são as bonecas decorativas da residência da Mizuki interpretada pela Haru, é de uma perfeição que, dependendo da posição da câmera, dão a sensação que a qualquer momento vão ganhar vida própria, está arte dolls do Japão realmente é um trabalho lindo e por sorte valorizado neste drama.
E para finalizar os destaques positivos, a trilha sonora que foi linda, bem escolhida  e harmonizou em todos os momentos.
Ponto negativo, o fato de conter apenas oito capítulos, achei pouco para uma história muito boa.


Título: Love Buffet

Tipo / País: Drama - Tailândia
Ano: 2010
Nota pessoal: 7.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Só prometia uma história e...tanto virou obnóxio.
Algumas das lições mais duras na vida não são encontradas na sala de aula, mas no coração. Xiao Feng (Reen Yu) é uma estudante do primeiro ano no Departamento de Sociologia de sua universidade. Quando outros dois calouros, Yi Cheng (Aaron Yan) e Da Ye (Calvin Chen), se mudam para perto de sua casa, os lindos primos tornam-se o assunto da vizinhança, assim como o da faculdade. Quando Xiao Feng apaixona-se pelo extrovertido Da Ye, ele a diz que não sabe o que é o amor verdadeiro. O mais reservado Yi Cheng, que ainda está tentando superar o seu último amor, começa a desenvolver sentimentos por Xiao Feng. Quando Xiao Feng também começa a se apaixonar por Yi Cheng, o seu último amor volta repentinamente para as suas vidas...
Tem seu enredo baseado no mangá shoujo "Parfait Tic!" de Nagamu Nanaji. O erro deste drama está no clichê, é um drama muito cativante visto que todos os personagens tem o seu charme contudo mais do mesmo, uma encheção de saco sem igual.
parece uma copia de "Boys Over Flowers", com os dois novos rapazes que ganham popularidade na escola, no entanto, o enredo não é satisfatório, os diálogos e a atuação foram um pouco exageradas e mais dramáticas. Ele foi bastante obnóxio.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Ter 28 Mar 2017 - 13:58

Título: Paranormal Cop

Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Um thriller de suspense policial na média.
Nada especial, apenas o fato do protagonista portar poderes especiais no olho, não faz de "Paranormal Cop" ser um bom filme.
O elenco é mais ou menos, parece mais um bando de estagiários fazendo um filme sem aulas de atuação e interpretação, tem um erro tosco de sequência de cena, onde o poder do olho muda do direito para o olho esquerdo...
De ponto positivo a trilha sonora, tá bem de acordo, orna com o contexto do filme, bem apresentado, por isso um filme na média. O final também foi bom.


Título: Love Contractually

Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 6.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Tão previsível quanto a nota que recebeu.
Embora o roteiro seja ocasionalmente implausível e a conclusão inteiramente previsível, a química entre as estrelas "encantadoras" cobre a multidão de erros, nada mais pitoresco aqui.  Em "Love Contractually" Há narrativa sem brilho, o uso desesperado da França como cenário pitoresco e, acima de tudo, há o romance forçado entre Katrina e Xiao Bo.
Embora seja um filme pipoca totalmente desigual e às vezes improvável, "Love Contractually" teria sido muito menos gratificante se não fosse por seu par de ator e atriz principal que foram muito agradáveis.


Título: Hentai byôtô: Hakui seme

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 1986
Nota pessoal: 4.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Uma enfermeira de centro médico que trata de um paciente para amnésia descobre que ele é o assassino em série que tem andado a cidade armado com um bastão de beisebol de metal. A história é realmente uma desculpa para muitos softcore e acompanhamentos. Um pântano generalizado no pessimismo do perverso, talvez oferecendo evidência de que, enquanto se pode tirar o cineasta da favela, pode-se fazer de qualquer um, um cineasta e que o inverso é muitas vezes falso.

Título: Hot Young Bloods

Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2014
Nota pessoal: 7.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: No interior da Coreia do Sul, em torno de 1982, conhecemos Young Sook e Joong Gil líder da "gangue" de meninas da escola, e ele é o maior "pegador" do colégio, seu objetivo é namorar todas as meninas da classe de Young Sook, que maravilha de premissa.
"Hot Young Bloods" é uma mistura de comédia, drama e romance "sem" ação, que tem como adjuvantes duas gangues envolvidas na trama. Um bom filme para passar o tempo, só isso.


Título: Hearty Paws

Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2006
Nota pessoal: 9.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Que fofo! Um filme sobre um cão! E dois pequenos atores bonitos como protagonistas. Um verdadeiro filme para toda a família!
A felicidade está na simplicidade, um filme longe de ser perfeito aos olhos dos críticos, contudo perfeito aos olhos de quem o vê.
Um filme que agrega, que trás uma perspectiva, que aparentava ser de principio um filme fofo, torna-se pesado, de causar repulsa.
Primeiro, você pode se sentir levado a acreditar que "Hearty Paws" é na verdade um filme familiar. Há um filhote de cachorro bonito, que dá seus primeiros passos com dificuldade ​​neste mundo novo, e há a menina Soi que é igualmente bonita como um botão de flor. O que está a seguir na primeira meia hora é uma introdução de que "apesar de tudo", será uma feliz vida familiar. Esta alegria é naturalmente emanada de Maeumi, que prova ser um grande e adorável irmãozinho. Mas há uma razão pela qual este filme é intitulado um drama. Após esta introdução de "coração agradável" é na verdade um aquecimento a catástrofe que vem nos atinge especialmente para impactar. O que acontece em detalhes não é nada para ser escrito aqui, para evitar qualquer spoiler, é claro.
Mas quando você pensa sobre isso novamente, também é bastante óbvio. Ainda assim, quando temos de assistir a um dos protagonistas encontrar o seu destino, então esta cena é, no entanto, bastante chocante e envolvendo emocionalmente. Além disso, a partir deste momento, tudo vai para o inferno. A sensação de ser sufocado por toda a tristeza não vai deixá-lo até o final, uma vez que diretor Oh Dal-gyoon deixa Chan sofrer uma provação verdadeira de um drama.
Do cenário as tomadas de cena, passando por trilha sonora, foi tudo muito bem pensado, planejado e "executado". 
O filmes foi roteirizado por Dong-ik Shin e Shin-hye Suh embora neguem e afirmem ser original, há fortes indícios que a inspiração veio em base pelo filme "A Incrível Jornada" de 1993 dirigido por Duwayne Dunham. A fortes indícios no filme para com.
Dos pontos negativos temos alguns, a fita que está em "Ma-eum" que era branca e depois torna-se azul, a sujeira que surge e depois desaparece como se "o" cão tomasse banho sozinho, a posição da fita também muda, e o sangue também desaparece do pêlo como em um passse de mágica, onde sequer há cena de chuva para ser algo plausível. (aish)
Talvez um fato curioso e que passou despercebido é que há dois cães, isso mesmo, usaram um duble nas cenas de ação, vulgo cenas de briga com o outro cão. (rsss)
"Ma-eum" na cenas calmas é uma fêmea, já nas cenas de briga com outro cão é substituído por um macho.
O grande destaque fica por conta da "Ma-eum", é impressionante a atuação dela, como se encarnasse o personagem, parabéns ao adestrador, fez um excelente trabalho. Deu uma veracidade no drama sem igual.
Sem duvidas um excelente filme, se não fosse os erros toscos, levaria um dez!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Ter 28 Mar 2017 - 13:58

Título: Kung Fu Yoga

Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Jackie Chan: "do you speak english?" (LOL)
Mais um filme do grande Jackie, o cara da ação que tá sem ação; É inegável que a idade é uma fator que atrapalha, para quem o segue, sabe que, Jackie Chan em seu auge, protagonizava filmes de muita ação e pancadaria com movimentos rápidos e incrível sincronismo. Hoje e em "Kung Fu Yoga" infelizmente não podemos mais nos deleitar com tais cenas, vemos um Jackie Chan paradão, consequência da idade. Contudo o filme ainda é bom, e uma das coisa que Jackie Chan nunca perde é o bom humor e a comédia em seus filmes, isso provavelmente levará ao túmulo consigo.
Da série erros pitorescos, temos a escapada da jaula das hiena, onde ao fugir um protagonista tem seu pé mordido, a cena mostra a meia ensanguentada, contudo na cena que antecede, a hiena não morde o pé, muito menos arranca o tênis e sequer o alcança. E no final, achei aquela dancinha desnecessária e tosca.
De um modo geral "Kung Fu Yoga" é um filme na média, boas cenas de ação e que dá para rir com as piadas infames, a computação gráfica também é convincente.


Título: Rudolf the Black Cat

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Animação Made in Japan.
Evidente que estamos falando de um padrão totalmente diferente das animações hollywoodianas, mas o Japão é expert no quesito anime, portanto eu gosto do estilo, com do filme, olhos grandes e personagens de estilo deformed.
Seiyūs foram bem escolhidas, o contexto e o todo da animação também são bons, gostei e recomendo deixar o "preconceito" de lado e "bora" assistir.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Sex 31 Mar 2017 - 0:22

Título: Kirawareru Yuuki

Tipo / País: Drama - Japão
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Um detetive que resolve casos difíceis, mas não resolve o próprio...
Confesso que me identifiquei com Ranko Ando no quesito "não se importa com o que os outros pensam sobre ela".
É a melhor coisa que se pode fazer, quando se vive em uma sociedade hipócrita onde a minoria dos bons samaritanos é sufocada pela maioria.
Não é um drama que se pode dizer "minha nossa, é lindo", ao contrário, está na média, é um drama Japonês muito bom, comportado e de uma ética sem igual, adoro!
Para quem quer ação, suspense e thriller, este sem dúvida um bom drama mediano.


Título: The Girl Next Door

Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Autentica história retirada de Doujins.
"The Girl Next Door" tem nada de especial, historinha miserável, sem muito lógica, salvo pela boa atuação do elenco e trilha sonora, um romance de sábado à noite, quando se está entediado em casa sem nada para fazer. E quanto a Sae-hee ser capaz de completar o romance? Bom assistam e verão!


Título: Wife in Ant Hell

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 1995
Nota pessoal: 7.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Antes de mais nada é preciso entender duas coisas, "Wife in Ant Hell" é um romance adulto, e que é baseado em uma obra de um mestre chamado Oniroku Dan.
Bondage e sadomasoquismos já é algo trivial neste século, então vamos falar um pouco de Oniroku Dan, in memória.
Dan foi um autor japonês que foi chamado de "o mais célebre escritor de romances SM populares no Japão". Muitas de suas histórias foram filmadas, notadamente pelo estúdio Nikkatsu em sua série Pornô Romano (assim como pornografia e erotismo são duas coisas distintas). Dan teve uma estreita associação profissional com a atriz Naomi Tani ao longo de sua carreira. Ele morreu 6 de maio de 2011.
"Flower and Snake", é o trabalho que o fez famoso. Este romance foi primeiro serializado na revista S & M Kitan Club sob outro pseudônimo Kyotaro Hanamaki que Dan usou durante sua carreira inicial. Além de um filme popular, lançado em 1974, este romance inspirou uma série de nove livros, e uma nova série de filmes lançados entre 1985 e 1987.
O diferencial do trabalho dele está na forma com o qual o apresenta seu tema, que, para uns é polêmico, para outros, algo normal. A maneira com que "Flower and Snake" faz ver a arte SM de uma perspectiva menos suja, digamos assim.


Título: Lone Wolf and Cub: Sword of Vengeance

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 1972
Nota pessoal: 8.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: "Sword Of Vengeance" foi o primeiro de seis filmes adaptados entre 1972 e 1974 do incrível volume de 110 volumes de Kazuo Koike e Goseki Kojima, filmes conhecidos coletivamente como "Lone Wolf e Cub" ou "Baby Cart". Em uma primeira visualização, "Sword Of Vengeance" frequentemente atinge os espectadores tanto como estranhamente familiar, e estranhamente desconhecido.  Por outro lado, o que acabou no chão da sala de edição foi o "material chato", o material de fundo que introduz o público ao seu anti-herói, Itto Ogami. Enquanto Shogun encontrou uma maneira inteligente de contar sua história sem desviar-se da ação demais, o filme é narrado pela criança, Daigoro. Chocantemente, o prisioneiro é nada mais que uma criança, quase um bebê, que está quase perdido entre suas vestes brancas da morte, deixando o espectador aflito e incerto se entende o que está acontecendo ou não. Como a criança se senta imóvel, sem resistência, Ogami "pisa" atrás dele e desenha sua espada.... Com uma história dessa, o resto é resto, um bom filme!

Título: Rough Sex Mature Wives

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2015
Nota pessoal: 6.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Menos vulgar que filme adulto mais amador que filme japonês adulto.
Nos primeiros minutos percebe-se a qualidade da câmera que utilizaram, tamanho amadorismo, embora "Rough Sex Mature Wives" chega a ser engraçado de certo modo, como na cena "Pinga Ni Mim" onde é preciso simular suor, parece mais que "Nesta Casa Tem Goteira, Pinga Ni Mim, Pinga Ni Mim, Pinga Ni Mim... (lol) Definitivamente um filme ruim, mas que não chega a ser ruim em todo os sentidos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Sex 31 Mar 2017 - 0:23

Título: Velvet Kiss Series Part 1 

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2013
Nota pessoal: 7.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Baseado em um mangá de mesmo nome, pode-se dizer assim transformado em versão mais adulta.
Shin Nitta é de repente esmagado com a dívida, mas seu agente de empréstimo diz-lhe que ele pode ser liberado da dívida se ele mantém uma certa mulher "empresa". Com o tempo, ele descobre que “administrar” não é tão fácil como ele pensava.
Um romance divertido e razoavelmente bom, partindo da trilha sonora à simpatia dos personagens protagonizados por bons atores, torna "Velvet Kiss" um bom filme, para quem está começando a acompanhar esse tipo de gênero ou sente curiosidade, este filme é o ponto de partida.
Sua história é boa partindo do princípio soft, do não vulgar, assim como existe os bons há os ruins em cada gênero.
Para entender é preciso largar o estereótipo da luxuria, ver a coisa como um todo e não focar naquilo, partir da sensualidade à sexualidade de um ponto de vista filosófico.
Está e a essência do gênero Pinku Eiga e Porno Romano.


Título: Insane

Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: O filme da moça que "endoidou".
Um longa bem bolado e bem ornado, tem uma ordem cronológica dos fatos coerente as reviravoltas agregando imprevisibilidade ao decorrer, são os pontos fortes. As oportunidades de fuga e as "ajudas" durante o filme são outro destaque. Foi um filme bem original, e a parte final chama atenção pela surpresinha que o diretor Cheol-ha Lee deixou.


Título: Zenigata Keibu

Tipo / País: Drama Especial - Japão
Ano: 2017
Nota pessoal: 6.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Filme do Inspetor Bugiganga? Ou do Sherlock Holmes?
A premissa é básica, roubaram um quadro e o detetive mais famosos do Japão vai achá-lo, fim da história.
Só que não, ao decorrer tem muito mais fatos que mudam totalmente o rumo do previsível.
Não encontrei um ponto de destaque, um ponto negativo é o filme como um todo, bem sem graça, ideal quando se não está com sono, porque ele é ótimo para embalar um cochilo.


Título: Part-Time Spy

Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2017
Nota pessoal: 7.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: "Part-Time Spy" é um filme de ação e comédia dirigido por Kim Deok-Soo e estrelado por Gang Ye-Won e Han Chae-Ah. Basicamente a história fala sobre a protagonista de cerca de 35 anos de idade, Jang Yeong-Sil (Gang Ye-Won) uma mulher desesperada mais do que pronto para trabalho em tempo integral até porque Yeong-sil obteve todos os tipos de certificação, incluindo treinamento militar, pode acreditar...
Finalmente ela recebe um convite da NSA (National Security Agency) para ser o estagiário. Mas a alegria não dura muito, ela é convidada ou melhor chutaram ela. Um dia, ela acidentalmente descobre um podre de seu chefe em um esquema de phishing. Por instinto ela sente que esta é a chance, e ela faz um acordo com o chefe, se ela trouxer de volta o dinheiro claro.... Agora, como uma espiã secreta, Yeong-Sil começa a trabalhar. Será que ela vai encontrar o criminoso e se tornar uma verdadeiro empregada?
Sem dúvida a história é boa, comédia está garantida, não chega a ser um filme de destaque, mas para quem for assistir é divertido e prestem atenção na Kang Ye Won, ela vai se superar neste filme.(rssss)


Título: Pink and Gray

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Filme psicológico com narrativa desafiadora que aborda aspectos autobiográficos de fama e confusão de identidade em uma “boy band” do Japão.
A História em si é absorvente, vem de uma narrativa complexa e ao mesmo tempo de fácil absorção, o que torna este filme especial, bom, diria sem dúvida que é a complexidade narrativa! Assistam que é muito bom!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Sex 31 Mar 2017 - 11:47

Título: Master

Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Um filme burocrático, tecnológico e de poder, isto é, "Master"!
Muito bem escrito e dirigido por Ui-seok Jo, mostra os protagonistas obtendo-se de subterfúgios em busca de poder e salvação, por outro lado, não é uma tarefa fácil e sim árdua com preço alto a se pagar. Nesta história não vemos "peixe pequeno", e sim um bando de tubarões sedentos pelo poder.
Um filme de muitos diálogos, contudo tem fluidez, um filme que nos faz querermos saber mais, e "menciona" o Brasil em determinado momento.
O que acho bacana, Coreia tem conteúdo, pena que nossos governantes, operadoras e produtoras não investem, os direitos de um drama custam bem menos que os direitos de uma novela da Rede Globo por exemplo. Outro exemplo são os shows, o valor chega a ser insignificante para trazer um grupo para cá, o problema é que não querem investir no incerto, afinal, preferem conteúdo dos quais haja patrocinadores interessados e o povo tem mais é que se ferrar...
E para finalizar "Master" é sem dúvida um bom filme de ação e crime!


Título: Never Said Goodbye

Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Uma estudante coreana que tem apenas "X" meses de vida devido a uma doença, mas se apaixona por uma jovem chinesa em Xangai.
Olha, quando a China quer, ela se supera, um melodrama romântico muito bom, mas, que não emplaca, uma versão coreana desta mesma história daria uma maior carga emocional, talvez o jeito retraído de ser seja o motivo ou talvez por ser exigente demais, na expectativa do algo a mais, por estar acostumado com o lado coreano de ser.
Algumas coisas merecem destaques, uma delas é a trilha sonora que está maravilhosa, amei.
O filme cobre seus momentos bonitos de como se conheceram na universidade e como eles se apaixonaram como se fosse o destino. O filme é filmado na Itália e na China com uma das mais belas cinematografias de sempre. Isso sim merece aplausos e destaques.
Pode-se dizer que o enredo foi muito bem planejado. O enredo não é de modo algum único, contudo a execução da história foi pensada de uma maneira genial...


Título: Some Like It Hot

Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 10.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Nunca subestime uma mulher! (LOL)
Um filme bem pensado e mega engraçado! E o detalhe, sem ser vulgar!
Sem dúvida uma das melhores comédias chinesa, "Some Like It Hot" é muito legal, da trilha sonora ao elementos e elenco, foi tudo muito bem planejado para alcançar os requisitos do quase perfeito.
Talvez a pior cena, é por volta dos trinta e oito minutos, deu um dó... e um aperto no coração...
"Some Like It Hot" tem o lado ruim e divertido e o lado bom e educativo. Que é o grande diferencial e o destaque.
Embora seja engraçado e tudo mais, fica uma boa lição de ética e de moral, de que, mais cedo ou mais tarde a verdade sempre aparece, portanto, menos hipocrisia e mais verdade e lealdade, que pular a cerca não compensa, valorize sua escolha e seja feliz.
 ^^


Título: Hearty Paws 2

Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2010
Nota pessoal: 7.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Como pode! Do vinho para a água!
Quando comparamos o primeiro filme com este, a sensação é de que são dois filmes distintos, que vergonha Jeong-cheol Lee!
 "Hearty Paws 2" é uma mistura de "A Incrível Jornada 2 - Perdidos em São Francisco" de 1996 com "Esqueceram de Mim" de 1990.
Um filme que peca em originalidade, e é uma vergonha também, porque o original "Hearty Paws" é surpreendentemente bom com um fim de partir o coração. E que uma verdade seja dita, uma sequência é impossível, mas fizeram "Hearty Paws 2" e como consequência se desviou muito do seu antecessor.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Sab 1 Abr 2017 - 12:56

Título: Birthday Card 

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 10.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Um drama infeliz feliz!
Escrito e dirigido por Yasuhiro Yoshida que teve a brilhante ideia de escrever um drama que de partida seria triste, em um drama de final feliz, sem dúvida a criatividade bem como a história praticada neste filme são destaques. Transformar um momento trágico em algo bom não é um grande feito, mas a maneira encontrada e posta em pratica, é sem dúvida o grande feito de Yasuhiro Yoshida. Excelente filme!


Título: Buddies in India

Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 6.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Que macaquice de filme!
Sim estou falando de macaquice literalmente, Índia, país dos Simiiformes, o filme está cheio de Haplorrhini. Confira!
"Buddies in India" é uma comédia de aventura chinesa de ação dirigido pelo comediante e ator Wang Baoqiang, em sua estreia como diretor, escorregou na casca de banana deixada pelos Haplorrhini no filme. (LOL)
 Atuar e dirigir são coisas distintas, acho que esquecerem de avisar isso a ele, (Wang Baoqiang). O filme lembra muito Aladdin, não sei porquê...
Embora "Buddies na Índia" é comédia pastelão sem tomar-se muito a sério, é muito mais bobo e, eventualmente, cansativo e tedioso em vez de consistentemente engraçado.


Título: Celluloid Nightmares

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 1988
Nota pessoal: 2.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: O nome do filme é "A quem quer enganar" dirigido por "Engana ninguém".
"Celluloid Nightmares" é um perverso e sangrento thriller de eiga pinku que é obviamente influenciado pelo clássico "Peeping Tom" de Michael Powell.
 Há uma mão desmembrada em um lixão, braço cortado sangrando, esculturas de unhas arrancadas das vitima ainda viva, mutilação com uma seringa e golpe sangrento com um tripé. As cenas de sexo são sem "tensão" suficiente para satisfazer os fãs do gênero. A visão distorcida da realidade através da lente da câmera é verdadeiramente inquietante. "Celluloid Nightmares " é facilmente um dos piores e mais grotescos filmes do gênero.
Fatio curioso é que há uma TV de marca Vitor que na verdade é o que conhecemos hoje por "Victor Company of Japan, Ltd" vulgo JVC.
De pontos negativos, o figurino brega, mais falso que o produto mais falso da China. História muito mal contada, está lá, apenas como adjuvante, porque não há coerência ao decorrer, simplesmente um filme patético.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Seg 3 Abr 2017 - 14:20

Título: Scoop!

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Filme de lado A e lado B.
A premissa é de um "slice of life", temos aí, Shizuka um fotógrafo de meia-idade, envolvido em jornalismo investigativo, mas agora reduzido para um paparazzo, perseguir celebridades e roubar suas imagens para vender a um tabloide! Amante solitário de vida noturna, um dia ele foi designado como uma nova parceira, vulgo recruta, a jovem Nobi. Depois de um começo difícil, argumentos e desentendimentos entre os dois começam lentamente a se dar bem e se tornar um par muito bem acompanhado. As coisas começaram a mudar, no entanto, quando toda a revista decide seguir um caso de crime... (lado A e lado B)
O filme é do tipo padrão de entretenimento japonês, tipo de filme que passava na Sessão da Tarde, ao menos representa algum tipo de normalidade para o cinema japonês contemporâneo, no mais só mais um filme na média.


Título: The Curse M

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2006
Nota pessoal: 6.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Ao contrário do que se imagina, "The Curse M" tem conteúdo, um filme que representa muito bem o gênero suspense, bem apresentado e "comportado", longe de entrar para os longas de média, mas perto de ser um dos piores, "The Curse M" conseguiu um feito notável graças a sua história bem contada.

Título: The Writing's On The Wall

Tipo / País: Filme - China
Ano: 2016
Nota pessoal: 8.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Olha, a tempos não vi um romance e suspense chinês tão bom.
História bacana, cenários propícios, trilha sonora coerente e um excelente desempenho do elenco, sem dúvida que "The Writing's On The Wall" é um bom longa.


Título: Godspeed

Tipo / País: Filme - Tailândia
Ano: 2016
Nota pessoal: 7.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: O feitiço que vira contra o feiticeiro.
Mong-Hong Chung pode não ser o diretor mais produtivo, quem acompanha sabe do que estou falando, contudo deu o seu melhor em "Godspeed".
"Godspeed" vai depender de qual outro filme se assistiu por último, não é uma comédia, embora haja uma tendência de forte comédia é um filme de crime bom ou um filme tão ligeiramente decepcionante.
É bastante preto e inexpressivo, também um pouco absurdo e sem lógica.
 Não que o filme tenha quaisquer obviedades a ser destacada ou fraqueza, mas em comparação com os filmes anteriores do gênero, é bem fraco apesar disso ainda deixa um filme de gênero bonito, original e peculiar que deve fazer bem com pessoas que não estão muito apegadas a estruturas narrativas rígidas e que é fácil de recomendar se você não se importa em ver um bom filme de crime.


Título: Duckweed

Tipo / País: Filme - China
Ano: 2017
Nota pessoal: 9.5
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Quando a China quer ela faz!
Antes de tudo, as cenas de rally e off-road foram sensacionais, quem tiver oportunidade deve praticar, é muito bom, adepto há anos da prática, posso assegurar que é tudo de bom, velocidade e contato com a natureza é revigorante.
"Duckweed" tem uma dinâmica muito inteligente, um jeito diferente de contar uma história, tem defeitos, como a princípio parecer mais com um comercial publicitário do que um filme.
Sob direção de Han Han, faz "Duckweed" ser suavemente poético e generosamente melodramática é apoiada por um elenco de primeira linha. Deng Chao é excelente (como sempre) como Tailang, impassível em comédia e subestimado em melodrama, e compartilhando química inesperada com Eddie Peng. Peng pode ser um pouco branda em papéis dramáticos, mas sempre brilha com mais alegria.  Filme mais que recomendado!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
AES-senpai
King/Queen
King/Queen
avatar

Mensagens : 385
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/05/2016
Localização : Santa Catarina

MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    Seg 3 Abr 2017 - 14:21

Título: Mischievous Kiss The Movie: Campus

Tipo / País: Filme - Japão
Ano: 2017
Nota pessoal: 9.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: A fofa e divertida comédia romântica continua.
A premissa do filme anterior conta a história de Kotoko Aihara que é uma estudante do ensino médio que finalmente decide confessar o amor que sente por Naoki Irie desde da primeira vez que o viu. No entanto, Naoki, que é inteligente e bom nos esportes, ao contrário dela, rejeita a declaração. O destino intervém quando um leve terremoto destrói a casa de Kotoko e de seu pai e, sem lugar para ficarem, os dois aceitam o convite para morarem na casa do amigo de infância do pai de Kotoko até a casa ser construída de novo. Ao chegar no seu lar temporário, Kotoko se surpreende ao descobrir que um dos filhos dos donos da casa é Naoki Irie.
Nesta segunda parte os acontecimentos continuam, porém na faculdade e com novos personagens, incluindo o treinador de tênis Sudō, para dar aquela apimentada nas coisas, do tipo causar inveja em Irie e "dar em cima" da Aihara...
O que posso dizer é que, o filme segue no mesmo clima do anterior, quase nada mudou, ou seja, tem sido a mesma coisa desde o princípio, o que é bom e ao mesmo tempo ruim, porque esse "romance" não vai para frente, embora houve um empurrão com o ingresso na faculdade e para quem está esperando o tão aguardado beijo, pois digo que neste filme ele...


Título: Tunnel

Tipo / País: Filme - Coreia do Sul
Ano: 2016
Nota pessoal: 10.0
Sinopse:
Spoiler:
 
Opinião: Efeitos especiais impressionantes com pouco orçamento, um tapa na cara de Hollywood que gasta muito e faz pior!
Então, basicamente, o filme é sobre a humanidade, um longa que agrega, que nos ensina lições de ética e moral mesmo em uma situação de vida ou morte.
Ele realmente capturar a emoção durante a situação, o ângulo da câmera, os sons, os efeitos, gente, é um filme surpreendente, tudo muito bem executado e planejado, sem dúvida as técnicas e a qualidade são os grandes destaques de "Tunnel". O único erro é a cena dos helicópteros transportando as escavadeiras, um helicóptero daquele modelo jamais daria conta de içar tais maquinas de quase 5 toneladas.
Fato curiosos é que esse túnel já entrou em cena em um outro drama ou será que foi em um longa!? Eu sei, mas não vou dizer. (hahahahahaha)
Além do suspense, o drama é muito pesado com situações e os dilemas que decaem sobre os envolvidos.
Desempenho sólido do elenco como Ha Jeong Woo, Oh Dal Su e Donna bae eles são excepcionalmente brilhantes, mas precisamos elogiar Nam Ji Hyun para o que ela fez em "Tunnel", seu personagem brilhou. Super recomendado!
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://aessavegames.blogspot.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Indicações, opiniões e conversas sobre Dramas e Variedades; Aqui você diz o que está assistindo atualmente e o que pretende assistir e indicações!
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 5 de 10Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Tudo o que você sempre quis saber sobre aerógrafos - Parte III
» nesse topico eu largo as conversas sobre politica e debates sobre o que ta acontecendo
» Dúvida sobre vitrines
» Wash sobre Brilho Fácil
» Filme sobre modelismo

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Bate Papo & Discussões :: Reviews&Comentários-
Ir para: